Quais as coberturas do seguro auto Bradesco?

Descubra nesse artigo quais as coberturas do seguro auto Bradesco, como ele pode ser contratado e tire suas dúvidas sobre o que o seguro Bradesco auto cobre.

Quando compramos um automóvel um dos primeiros pensamentos que nos vem a cabeça é “preciso de um seguro”, afinal, não é prudente sair por aí com um automóvel novo exposto a diversos riscos e prejuízos.

O primeiro passo nesses casos é pesquisar entre as empresas que oferecem esse serviço, e depois de se informar sobre elas e seus valores, descobrir quais as coberturas de seguro oferecidas, e entre essas, qual se encaixa melhor com seu perfil.

Se você já está na fase de pesquisar sobre a cobertura e quer saber quais as coberturas do seguro auto Bradesco, acompanhe esse artigo e veja o que a empresa tem a oferecer para a sua segurança e a do seu veículo.

Quais as coberturas do seguro auto Bradesco?

Conheça as coberturas do seguro auto Bradesco

O seguro auto Bradesco oferece dois tipos de cobertura. As básicas podem incluir:

  • Colisão, roubo ou furto e incêndio;
  • Incêndio, furto ou roubo;
  • Danos corporais e/ou materiais a terceiros.

As coberturas do seguro auto Bradesco adicionais podem incluir:

  • Acidentes pessoais de passageiros (veja na SUSEP como funciona);
  • Despesas extraordinárias;
  • Indenização do valor de um automóvel novo por até 180 dias;
  • Cobertura para o kit-gás;
  • E danos morais.

Além desses dois tipos de coberturas citadas acima, a empresa ainda conta com alguns serviços personalizados que cobrem situações, como:

  • automóvel reserva plus: serviço que dá a possibilidade de o segurado utilizar um automóvel de modelo popular (1.0), nos casos de sinistro de indenização parcial ou integral por um período que pode ir de 7 a 30 dias;
  • Vidro protegido: que garante a troca ou o reparo de vidros trincados ou quebrados em caso acidentes envolvendo somente os vidros;
  • Vidro protegido plus: que, além da cobertura citada acima, ainda garante a substituição de lanternas, faróis e retrovisores;
  • Assistência auto dia e noite: que garante ao segurado os serviços como guincho, pane seca e mecânica e chaveiro a uma distância que pode variar de 100 km a 400 km ou com quilometragem sem limite.

Conheça melhor o que o seguro Bradesco auto cobre

Conheça algumas dúvidas frequentes sobre o que o seguro Bradesco auto cobre conhecendo mais sobre as coberturas do seguro auto Bradesco:

O seguro Bradesco auto cobre vidro quebrado?

Apenas com a cobertura compreensiva não, no entanto você pode contratar a cobertura adicional para poder contar com a tranquilidade de saber que o seguro auto Bradesco vidro quebrado.

O seguro auto Bradesco cobre para-brisas?

Para garantir que o seguro auto Bradesco cobre para-brisas é preciso contratar o serviço personalizado “Vidro Protegido”.

Qual é a cobertura do Bradesco seguro auto para furto?

Se você quiser apenas cobertura do Bradesco seguro auto para furto é preciso apenas optar pela opção mais simples, o seguro compreensivo.

Tenho direito a guincho no seguro auto Bradesco?

Para que você tenha direito a guincho no seguro auto Bradesco é preciso contratar o serviço chamado “Assistência auto dia e noite”, apenas a cobertura compreensiva não dá direito a guincho.

Como funciona o seguro Bradesco auto 24 horas?

O seguro Bradesco auto 24 horas, também conhecido como “assistência 24h” ou “Assistência auto dia e noite”, oferece serviços como: assistência para pane seca e mecânica, serviço de chaveiro, troca de pneus, transportes e táxi em caso de sinistro, diárias de hotel em acidentes longes de lar, e guincho.

Quando posso usar o seguro auto Bradesco para perda total?

O seguro auto Bradesco para perda total é usado quando a colisão ou acidente com o veículo promove uma avaria de mais 75% do valor do veículo. Nesses casos você pode acionar o seguro sem a preocupação de pagar a franquia e ser reembolsado por perda total, de acordo com o seu contrato.

O que é o seguro Bradesco auto glass?

O seguro Bradesco auto glass é uma cobertura adicional existente em duas categorias, a comum que protege apenas os vidros, fornecendo a troca dos mesmos em caso de quebra ou trincados, e a plus, que além de garantir a troca dos vidros, também garante a substituição de lanternas, faróis e retrovisores.

O que o seguro auto Bradesco para terceiro cobre?

O seguro auto Bradesco para terceiro, também conhecido como “Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V)”, cobre danos materiais e morais causados a terceiros em acidentes ou colisões, e quando ele é acionado, o segurado não paga a franquia.

O que é o seguro auto socorro Bradesco?

O seguro auto socorro Bradesco é o mesmo que a “Assistência auto dia e noite”, além de oferecer os serviços citados acima.

Como posso contratar o seguro auto Bradesco vidro protegido?

É simples, no momento de contratação do serviço, informe ao corretor que você deseja adicional a sua cobertura o seguro auto Bradesco vidro protegido, escolha entre as versões simples e plus e pronto!

Ter um seguro auto com assistência total Bradesco é caro?

Depende, infelizmente essa é a única resposta que podemos dar para essa pergunta, afinal o valor final do seguro auto com assistência total Bradesco dependerá de fatores como marca, modelo e ano do automóvel, como ele é utilizado e mais todo um perfil do motorista que será traçado.

Posso contratar o seguro auto Bradesco online?

Sim, pode. No site da empresa você pode solicitar uma simulação, ou cotação, e gostando dos valores e coberturas oferecidos pode fazer toda a tramitação da negociação e contratar o seguro auto Bradesco online.

Essas são as perguntas mais frequentes sobre quais são as coberturas do seguro auto Bradesco, esperamos ter ajudado.

*Este texto é de conteúdo editorial e não garante a comercialização deste produto nesse site.

Dicas para fazer a revisão do automóvel antes de pegar a estrada

Dicas para fazer a revisão do automóvel antes de pegar a estrada

Com as férias e os feriados prolongados deste início de ano, nada melhor do que pegar o automóvel e viajar com a galera, certo? E pra garantir que fique tudo numa boa, é muito relevante checar vários itens de segurança do automóvel, mesmo se você faz as revisões da concessionária direitinho. Por isso, fizemos uma lista pra te ajudar a fazer a revisão do automóvel antes da viagem de férias. Dá uma olhadinha:

Fluidos e filtros

Não se esqueça de checar o nível e a validade do óleo do motor, além de conferir se todos os filtros estão em dia. Se o seu automóvel é flex, também é relevante completar o reservatório de partida a frio. Ah, e veja se não tem nenhum vazamento de óleo, fluido de freio etc.

Pneus

Veja se os pneus estão gastos e se existe alguma bolha. Se sim, troque o pneu o quanto antes. Não se esqueça de checar também o estepe e de fazer a calibragem.

Rodas

Se as rodas do seu automóvel forem de ferro, confira se estão amassadas. Neste caso, é só levar ao borracheiro pra resolver o problema. Se as rodas forem de liga e tiverem trincas ou quebras, talvez você precise fazer a troca.

Alinhamento da suspensão e balanceamento das rodas

Com o automóvel em movimento, veja se você sente vibrações no volante ou se a direção puxa para um dos lados. Se algo estiver fora do normal, é preciso fazer o alinhamento e o balanceamento.

Barulhos na suspensão

Dependendo da situação do asfalto por onde você anda, a suspensão do automóvel pode se desgastar mais ligeiro que o normal. Por isso, se você ouvir qualquer rangido, batida ou barulho de peças solta, leve o automóvel a uma oficina autorizada.

Macaco, triângulo e chave de roda

Veja se essas peças estão no automóvel e se estão funcionando direitinho.

Elétrica

Confira se faróis, lanternas e piscas estão funcionando bem. Se você estiver sozinho e precisar checar as luzes traseiras, é só dar ré até se aproximar de uma parede e testar as luzes de ré, freios etc. Trocar uma lâmpada queimada é bem simples, não custa caro e é super relevante para a segurança de todos.

Limpadores e desembaçadores

Veja se está tudo funcionando e confira o nível do reservatório de limpeza dos vidros. Se as palhetas estiverem ressecadas, faça a troca antes da viagem.

Quando devo fazer a revisão do automóvel para a viagem?

Não deixe para checar tudo na véspera da viagem, pois se você precisar trocar alguma peça do automóvel, ela pode demorar para chegar. Leve o automóvel a uma autorizada com antecedência pra garantir que tudo esteja pronto a tempo 😉

Anotou as dicas? Então agora é só planejar a melhor parte, que é a viagem! E pra pegar a estrada numa boa, não esqueça o seguro do automóvel. Dá pra calcular o Seguro Auto 100% online, em poucos minutinhos. Corre lá no nosso site e veja como é fácil!

7 jeitos diferentes para circular por São Paulo

Descubra novas formas de se locomover pela sua cidade e, de quebra, fugir do trânsito e da rotina

7 jeitos diferentes para circular por São Paulo

Você pode nunca ter parado pra contar quanto tempo gasta, em média, na ida e volta do trabalho ou faculdade. Mas o Ibope fez essa conta e chegou em um número: 1h40 por dia, se você mora em São Paulo. A cidade ocupa o 4º lugar no ranking dos piores trânsitos do mundo, atrás apenas de Los Angeles, Moscou e Nova York, segundo a empresa especializada em consultoria de transportes Inrix. Mas você não precisa passar seus dias calculando o tempo perdido da sua vida. Que tal escolher uma (ou mais) opções diferentes para seu ir e vir diário? Afinal, mobilidade é mais do que uma palavra bonita, pode ser o jeito de você adquirir mais qualidade de vida.

1- Me empresta uma bike?

Conhecer a cidade, queimar calorias e ainda escapar do trânsito? A resposta tem nome: bicicleta. E pra quem não tem uma bike própria, certamente a opção mais conhecida em São Paulo é o Bike Sampa. O serviço também tá disponível em Pernambuco e no Rio de Janeiro e é fácil avistar as laranjinhas circulando. O sistema foi reformulado há pouco tempo e agora o usuário paga um preço fixo, dependendo de quanto for usar. Você pode escolher entre três tipos de pacotes: R$ 8,00 para uma diária, R$ 15,00 para 3 dias, R$ 20,00 para 1 mês e R$ 160,00 para 1 ano. Assim que você escolhe a opção, ela passa a valer imediatamente e dá direito a viagens ilimitadas dentro do período que você contratou, mas é preciso esperar intervalos de 15 minutos entre elas. São 25 estações espalhadas pela capital paulista e o mais legal é que tanto o cadastro para uso quanto o empréstimo e o pagamento são feitos todos por aplicativo. Você retira a bike no lugar mais próximo e devolve em um tótem próximo do seu destino, onde ela fica prontinha para outra pessoa (ou mesmo você) usar. Vem ver mais detalhes.

2- Delivery de bicicleta

Se não tem nenhuma estação de empréstimo de bikes perto da sua lar, o Bike na Porta leva uma até você. Mas eles não vão pedalando, não. Uma perua chega onde você estiver e desembarca uma magrela pra você sair usando. Depois, eles mesmos vão até o local que você estiver, no horário que você marcar, e levam a bike embora. Há as opções de aluguel diário, semanal ou só para o final de semana, com preços que variam de R$ 69,00 a R$ 216,00. O mais legal é que existem modelos diferentes para escolher, com opções masculinas ou femininas de aro 20 ou 26, além de cadeirinha para levar as crianças pequenas. Até o capacete eles conseguem. Por enquanto, o atendimento só é feito nas regiões da Avenida Paulista, Centro e Zona Oeste e pode ser feito pelo Facebook, Whatsapp ou site.

3- Carona na bike

Se o seu negócio é só curtir o vento na cara pelas ciclovias, mas sem pedalar para não chegar suado na reunião, a Bikxi pode ser a melhor escolha. Eles oferecem bikes elétricas de dois lugares e, enquanto você vai no banco de trás aproveitando a paisagem, um ciclista contratado vai guiando no banco da frente. O pedido é feito via aplicativo e a bike chega até você em um ponto marcado que seja próximo. Atualmente, a empresa atende apenas dois percursos: um entre a Av. Brigadeiro Faria Lima e a Av. Berrini e outro entre a Av. Paulista e a Vila Mariana, justamente onde já existem ciclovias demarcadas no canteiro central (e o maior número de reuniões de trabalho por metro quadrado). O pagamento é feito por cartão de crédito pelo próprio celular e, se você estiver afim, pode pedalar junto também. Conheça!

4- Aluguel de automóvel com o celular

Se você quer usar um automóvel e ter mais liberdade do que em um Uber, a Turbi oferece aluguéis simples e rápidos para diferentes  modelos, tudo pelo celular. Dá pra escolher entre o prático Hyundai HB20 por R$ 8,00 a hora, o jipinho Nissan Kicks por R$ 15,00 a hora ou o foguetinho Mini Cooper por R$ 35,00 a hora. O custo do combustível e do seguro já estão inclusos e não existe limite de quilômetros pra usar. Você pede pelo app, que indica qual a localização mais próxima pra você buscar o automóvel. Para ingressar a bordo, é só destravar com o próprio smartphone e sair dirigindo. Quando for devolver o automóvel, você estaciona no mesmo lugar onde pegou. Vem saber mais.

5- Airbnb de carros

A Moobie oferece carros para alugar, mas são justamente veículos de pessoas como você, que decidem levantar uma grana nos horários em que o automóvel estaria parado no estacionamento. É só se cadastrar no aplicativo e escolher entre diversas opções de veículos que os próprios usuários colocam à disposição. É praticamente um Airbnb sobre rodas. A oferta é grande, e quem define o preço é o dono do automóvel. O seguro também já está incluso.  Você pode buscar um automóvel por região e tipo de veículo e negociar direto com o proprietário por mensagens. Dá uma olhada!

6- Fugindo da rodoviária

Planejando alguma viagem pra fora da cidade? A Buser oferece uma solução legal para quem precisa fretar um ônibus e economizar uma grana. Você pesquisa por algum grupo de pessoas que esteja em busca do mesmo trajeto que você ou cria um grupo novo. Depois, com a ajuda de todos divulgando para mais pessoas, dá pra alugar um ônibus para todo mundo por um valor bem abaixo de uma passagem comum. O pagamento é proporcional ao número de pessoas que toparam ingressar no fretado, que dividirão o custo da viagem. Quem tem grupo grande de amigos ou aquela família imensa já sai na vantagem. Vem ver!

7- Pra quem acorda cedo

Existe um jeito de você fugir da muvuca e ainda economizar uma grana na hora de usar o transporte público. No caso do Metrô de São Paulo, é a tarifa do madrugador, que é uma mão na roda pra quem faz viagens entre 4h40 e 6h15. Nesses casos, a passagem cai de R$ 4,00 para R$ 3,50, e pode ser usada por qualquer pessoa com Bilhete Único comum ou Vale Transporte. A integração com o ônibus também fica mais barata (R$ 2,74) e  você ainda pode embarcar mais duas vezes em ônibus, em um período de três horas entre a primeira e a última validação do cartão, sem pagar nada a mais. Se liga aqui!

como não ser enganado na compra de um automóvel usado

Vai comprar um automóvel usado e quer ter certeza sobre a procedência e o estado do veículo? Aposte na vistoria cautelar. Trata-se uma checagem geral do auto, desde a parte mecânica até a validação dos documentos. Saiba mais sobre como funciona este tipo de vistoria para automóvel aqui no blog!

O que é vistoria cautelar e para que ela é indicada?

O passado de um automóvel usado condena e muito! Pra saber se o veículo semi-novo que você está cobiçando é aquilo tudo mesmo vai precisar de uma vistoria cautelar.

Este tipo de vistoria veicular funciona de maneira preventiva para quem pretende comprar um automóvel usado e quer saber a verdade sobre a real procedência dele para não ser enganado.

A vistoria cautelar faz um verdadeiro “raio x” do auto, ou seja, verifica os documentos, histórico do veículo financeiro, pendências jurídicas e também o estado da estrutura mecânica.

A avaliação mecânica vai desde itens estruturais do automóvel até itens de segurança. São verificados componentes: como chassi, motor, pintura, lacração, a placa, velocímetro, pneus, pintura, vidros e muitos outros. Nesta perícia minuciosa, também é analisado se o automóvel já foi batido, adulterado, roubado e se sofreu algum tipo de recall.

Outra laudo cautelar analisa os documentos do veículo e informações legais sobre o passado do mesmo. Uma pesquisa jurídica e financeira é feita para saber se o automóvel faz parte de alguma processo legal, se está pago ou se tem algum débito em aberto, se foi comprado em algum leilão.

 O que é verificado na vistoria cautelar?

  • Itens de identificação, estruturais e mecânicos: chassi, motor, pintura, velocímetro, pneus, pintura, pneus, freio, alinhamento, amortecedores e outros;
  • Avaliação dos documentos do automóvel e histórico de proprietários;
  • Indício de sinistro;
  • Leilão;
  • Recall;
  • Pesquisa jurídica e financeira.

Qual é a diferença entre vistoria veicular e vistoria cautelar?

Como falamos acima a vistoria cautelar analisa a procedência e as condições verdadeiras de um veículo para quem quer adquirir um veículo usado. O laudo cautelar serve para evitar que o comprador seja vítima de fraudes, como por exemplo, comprar sem saber um automóvel clonado, adulterado, sinistrado ou com dívidas em aberto.

A vistoria veicular, como já falamos aqui no blog, é um procedimento exigido pelo órgãos de trânsito durante o processo de transferência de documentos. O laudo veicular tem como objetivo avaliar as condições do veículo e combater adulterações como, por exemplo, peças clonadas e itens tunados que não estejam regulamentados.

E juntamente não esqueça de fazer uma simulação de seguro, aproveite e cote totalmente online por este link deste site que é muito interessante clique aqui

O que é e para que serve o Seguro DPVAT?

Quem tem automóvel sabe que, todo ano, além do IPVA, os donos de veículos também precisam pagar o Seguro DPVAT (Seguro por Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de via Terrestre). Mesmo pagando essa taxa anualmente, muita gente não sabe pra que ela serve. Por isso, vamos tirar as principais dúvidas sobre Seguro DPVAT e quais são os benefícios dele. Dá uma olhadinha:

O que é o Seguro DPVAT?

É um seguro que todos os donos de veículos pagam e serve para indenizar qualquer vítima de acidentes de trânsito, seja motorista, passageiro do veículo ou pedestre. Toda pessoa que sofrer um acidente no trânsito, causado por um veículo terrestre, tem direito à indenização em caso de morte, invalidez permanente ou reembolso de despesas médicas.

Qual o valor de indenização do Seguro DPVAT?

Em 2017, o valor das indenizações é de R$ 13.500 em caso de morte, de até R$ 13.500 por invalidez permanente e de até R$ 2.700 para despesas médicas.

Quem pode acionar o Seguro DPVAT para receber indenização?

Em caso de invalidez permanente ou reembolso de despesas médicas, a própria vítima do acidente pode acionar o seguro. Em caso de morte, o cônjuge ou os herdeiros legais podem pedir a indenização.

O processo para receber o seguro é bem simples e não precisa da ajuda de terceiros. Faça você mesmo para evitar fraudes e pagamento de taxas desnecessárias.

Como acionar o seguro?

Para pedir a indenização do Seguro DPVAT você precisa ir até um dos postos de atendimento e levar os documentos necessários:

– Em caso de morte: certidão de óbito, Boletim de Ocorrência e documento que comprove o parentesco com a vítima do acidente.

– Em caso de invalidez permanente: Boletim de Ocorrência e laudo do Instituto Médico Legal que descreva as lesões da vítima.

– Em caso de despesas médicas: Boletim de ocorrência com o nome do hospital, ambulatório, ou médico assistente que prestou o primeiro atendimento à vítima, além de algum documento que comprove que as despesas foram gastas com o atendimento da vítima de acidente envolvendo veículo terrestre e os comprovantes de pagamento das despesas.

É relevante lembrar que o Seguro DPVAT não cobre danos materiais e, para isso, você precisa ter um seguro auto. Que tal aproveitar pra fazer uma cotação online do Seguro Auto e contratar só as coberturas e assistências que você quiser? Corre lá no nosso site e veja como é fácil ter um Seguro 😉

Conselhos para comer saudável e barato

Existem mecanismos que podem ser aplicados de maneira simples e barata para começar a implementar uma dieta diária muito mais saudável e, portanto, benéfica para o organismo.

Mostraremos a seguir alguns conselhos para comer saudável sem necessidade gastar muito dinheiro.


12 conselhos para comer saudável

1. Lista do mercado

Lista de compras para comer saudável

Dias antes de ir ao supermercado, planeje um cardápio semanal para comer saudável. Em seguida, faça uma lista com os ingredientes que necessitará.

Feito isso, respeite a lista realizada. Assim não terá na despensa alimentos que não são saudáveis que possa comer pelo simples acontecimento de tê-los em lar.

Leia também: Sopas curativas: deliciosas receitas

2. Visite os mercados locais

Se visitar os mercados locais poderá obter produtos mais frescos e, ademais, os comprará muito mais baratos do que nos supermercados.

3. Congele os vegetais

Sempre será preferível consumir os alimentos frescos. No entanto, em um mundo tão atarefado como o nosso, muitas vezes não temos tempo suficiente para ir frequentemente comprar produtos.

Por isso, opte por congelar os vegetais que não for comer no curto prazo. Assim evita que se danifiquem e somente retire a porção que for comer.

Outra opção é comprar os vegetais sem casca e congelados nos supermercados. Agora, nesse caso tenha cuidado e observe se não contêm nenhum tipo de aditivo.


4. Prepare suas refeições

Com as tarefas diárias, muitas vezes preferimos comprar comida preparada, algo entendível. Tente tirar um pouco de tempo para cozinhar para si, já que assim controlará todos os ingredientes e comerá de forma mais saudável.

Quando comemos na rua não podemos controlar a preparação, sem contar que gastamos mais dinheiro.

5. Faça outras preparações com a comida que sobrou

Em poucas ocasiões cozinhamos exatamente a quantidades que comeremos; normalmente sobra um pouco. Quando isso ocorrer, não jogue a comida fora, simplesmente utilize-a para fazer outros pratos.

Aproveite sua criatividadeAsseguramos que aplicando essa tática tão simples economizará dinheiro e terá refeições muito saborosas e diferentes.

6. Evite as bebidas adoçadas

Os refrigerantes, sucos e demais bebidas engarrafadas ou pasteurizadas contam com altíssimos teores de açúcar e outros componentes artificias que afetam a saúde significativamente.

É preferível acompanhar as refeições com água ou infusões. Além de serem muito mais saudáveis, são mais baratos.


7. Adicione vegetais nas refeições

Lista de compras para comer saudável

Uma das maiores dificuldades para comer saudável é que muitas pessoas não gostam de vegetais. Esses são fundamentais na alimentação, já que fornecem um grande teor de micronutrientes.

Dada sua importância, devem ser incluídos no cardápio. Para isso, primeiro compre os que goste e não pague por aqueles que em nenhuma circunstância irá comer, porque não gosta do sabor.

Não tem sentido adquirir vegetais muito bons se no final terminarão no lixo. Inclua os que não te desagradam nas receitas preferidas, pois assim dissimulará seu sabor e obterá todos os nutrientes.

8. Tome um bom café da manhã

Está demonstrado que o café da manhã é a refeição mais relevante do dia, já que traz a energia necessária para a jornada que está para começar.

Por nenhuma razão pule o café da manhã e, ademais, procure que seja abundante e que se encontrem os diferentes grupos nutricionais. Com isso se sentirá saciado, com energia e não precisará de guloseimas e lanchinhos.

9. Tenha lanches saudáveis em mãos

Se é daqueles que sofre de ansiedade, o melhor a fazer é ter em mãos alguns lanches, que ajudem a acalmar sem recorrer à alimentos nocivos.

10. Coma grãos

Grãos integrais comer saudável

Um alimento que pode apoiar a economizar dinheiro, assim como alimentar bem, são os grãos. Esses são ricos em proteínas e em fibras. Além de serem muito econômicos, os grãos geram sensação de ansiedade.

11. Controle as porções

Para se alimentar, não é necessário chegar ao ponto de sentir que irá explodir. Coma somente até se sentir saciado. Lembre-se que tudo em excesso é prejudicial para a saúde, incluindo as refeições.

12. Coma antes de sentir que “está morrendo de fome”

Se comer com muita fome, cairá em excessos. É preferível que coma nas horas adequadas, ainda que não sinta fome, e assim será mais consciente do que está ingerindo.

Veja também: 13 opções de cafés da manhã saudáveis

13. Beba água antes de comer

Tomar um copo de água alguns minutos antes de comer ajudará a melhorar o processo de digestão, mas também fará com que não sinta uma fome mortal, por isso comerá menos.

Como pode ver, existem várias opções para comer saudável e economizar dinheiro e cuidar do organismo; esses hábitos são muito importantes para a saúde.

No entanto, ante qualquer dúvida o melhor é consultar um especialista, que desenhará um plano de convênio com as características do seu corpo.