Causas e tratamentos da ansiedade

Quais são as causas da ansiedade?

Não se sabe bem ao certo por que algumas pessoas desenvolvem à ansiedade de forma mais descontrolada do que outras.  Existem alguns fatores que podem ajudar nesse desenvolvimento:

Genética e histórico familiar, ambiente ou algum evento traumático e estressante.

A mentalidade e o modelo de pensamento, a forma como a pessoa estrutura os pensamentos e as linhas de raciocínio. Em outras palavras a forma com que a pessoa encara a situações do dia a dia.

As doenças físicas

Existem algumas doenças físicas que podem estar relacionadas com o desenvolvimento da depressão, entre elas podemos citar, problemas cardiovasculares, tumores cerebrais, excesso de cortisol, infecções bacterianas, doenças hormonais como hipotireoidismo, problemas respiratórios como o DPOC, dores crônicas e o abuso de drogas, álcool e medicações.

Por isso para que se tenha um diagnóstico mais preciso da ansiedade é necessário que todas as possíveis causas sejam descartar através de exames clínicos, para descartar a ansiedade por problemas físicos.

Alguns fatores de risco

As pessoas que são mais propensas a terem esses tipos de distúrbios, se viverem episódios de eventos traumáticos na infância ou na vida adulta, estresse durante doenças físicas sérias como o câncer, um acúmulo excessivo de estresse, personalidade muito perfeccionista e controladora.

Quais são os tipos de tratamento de Ansiedade?

Para pessoas que sofrem de ansiedade relacionada a doenças físicas, assim que a doença for tratada e curada a ansiedade tente a desaparecer juntamente com a doença.

Para pessoas que sofrem de transtornos de ansiedade sem causas físicas, podemos citar vários tipos de abordagens para aliviar os sintomas.

Psicoterapia

É uma terapia realizada pelo psicólogo, na terapia o paciente começa a entender quais são os gatinhos que o fazem a desenvolver as crises de ansiedade.

Com esse tratamento também é possível reduzir os sintomas e as crises que o levam a desenvolver as crises de ansiedade.

Psicanálise freudiana: Essa psicanálise é baseada nos pensamentos de Freud em que o autoconhecimento é a chave.

Ela foca para seu inconsciente traga para seu consciente os problemas. A pessoa que decide sobre o que falar, para que ela entenda as raízes dos pensamentos que causam a ansiedade.

Psicanálise junguiana: Ela observa mais o inconsciente, o que é reprimido e trata-o através de símbolos, imagens oníricas, usando os sonhos como forma de análise.

Esse tipo de psicanálise também está ligada a busca do autoconhecimento e que a pessoa possa encontrar sua própria essência. Ela pode tratar a depressão e ansiedade, mas de uma forma que se encontra a raiz do problema

Psicanálise lacaniana: Nessa abordagem há associação livre de palavras e é através da linguagem que chegamos ao núcleo do ser.

Gestalt: Essa terapia é uma forma holística de tratamento, já que leva em consideração o todo da situação.

Ela vê o paciente como um todo e o torno do paciente, seu foco é trabalhar a pessoa e o ambiente onde a pessoa se encontra.

Essa análise é realizada baseada em uma conversa, com uma conversa descritiva das situações.

Terapia cognitivo-comportamental: A famosa TCC é focada em problemas específicos e em qual é a melhor forma de resolve-los.

Seu principal foco é resolver os problemas, funciona bem com fobias, traumas e tratamento de TOC.

Tratamento medicamentoso

Existem muitos tipos de tratamentos medicamentosos para ansiedade entre eles estão os antidepressivos, ansiolíticos e antipsicóticos. O melhor tipo de medicação para cada caso deve ser definido por seu médico ou equipe médica.

Confira a primeira parte dessa reportagem aqui.

Confira a segunda parte aqui.

Quer entrar em contato? Acesse aqui!

Se deseja realizar uma cotação de seguro é só clicar aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *