Causas e tratamentos da ansiedade

Quais são as causas da ansiedade?

Não se sabe bem ao certo por que algumas pessoas desenvolvem à ansiedade de forma mais descontrolada do que outras.  Existem alguns fatores que podem ajudar nesse desenvolvimento:

Genética e histórico familiar, ambiente ou algum evento traumático e estressante.

A mentalidade e o modelo de pensamento, a forma como a pessoa estrutura os pensamentos e as linhas de raciocínio. Em outras palavras a forma com que a pessoa encara a situações do dia a dia.

As doenças físicas

Existem algumas doenças físicas que podem estar relacionadas com o desenvolvimento da depressão, entre elas podemos citar, problemas cardiovasculares, tumores cerebrais, excesso de cortisol, infecções bacterianas, doenças hormonais como hipotireoidismo, problemas respiratórios como o DPOC, dores crônicas e o abuso de drogas, álcool e medicações.

Por isso para que se tenha um diagnóstico mais preciso da ansiedade é necessário que todas as possíveis causas sejam descartar através de exames clínicos, para descartar a ansiedade por problemas físicos.

Alguns fatores de risco

As pessoas que são mais propensas a terem esses tipos de distúrbios, se viverem episódios de eventos traumáticos na infância ou na vida adulta, estresse durante doenças físicas sérias como o câncer, um acúmulo excessivo de estresse, personalidade muito perfeccionista e controladora.

Quais são os tipos de tratamento de Ansiedade?

Para pessoas que sofrem de ansiedade relacionada a doenças físicas, assim que a doença for tratada e curada a ansiedade tente a desaparecer juntamente com a doença.

Para pessoas que sofrem de transtornos de ansiedade sem causas físicas, podemos citar vários tipos de abordagens para aliviar os sintomas.

Psicoterapia

É uma terapia realizada pelo psicólogo, na terapia o paciente começa a entender quais são os gatinhos que o fazem a desenvolver as crises de ansiedade.

Com esse tratamento também é possível reduzir os sintomas e as crises que o levam a desenvolver as crises de ansiedade.

Psicanálise freudiana: Essa psicanálise é baseada nos pensamentos de Freud em que o autoconhecimento é a chave.

Ela foca para seu inconsciente traga para seu consciente os problemas. A pessoa que decide sobre o que falar, para que ela entenda as raízes dos pensamentos que causam a ansiedade.

Psicanálise junguiana: Ela observa mais o inconsciente, o que é reprimido e trata-o através de símbolos, imagens oníricas, usando os sonhos como forma de análise.

Esse tipo de psicanálise também está ligada a busca do autoconhecimento e que a pessoa possa encontrar sua própria essência. Ela pode tratar a depressão e ansiedade, mas de uma forma que se encontra a raiz do problema

Psicanálise lacaniana: Nessa abordagem há associação livre de palavras e é através da linguagem que chegamos ao núcleo do ser.

Gestalt: Essa terapia é uma forma holística de tratamento, já que leva em consideração o todo da situação.

Ela vê o paciente como um todo e o torno do paciente, seu foco é trabalhar a pessoa e o ambiente onde a pessoa se encontra.

Essa análise é realizada baseada em uma conversa, com uma conversa descritiva das situações.

Terapia cognitivo-comportamental: A famosa TCC é focada em problemas específicos e em qual é a melhor forma de resolve-los.

Seu principal foco é resolver os problemas, funciona bem com fobias, traumas e tratamento de TOC.

Tratamento medicamentoso

Existem muitos tipos de tratamentos medicamentosos para ansiedade entre eles estão os antidepressivos, ansiolíticos e antipsicóticos. O melhor tipo de medicação para cada caso deve ser definido por seu médico ou equipe médica.

Confira a primeira parte dessa reportagem aqui.

Confira a segunda parte aqui.

Quer entrar em contato? Acesse aqui!

Se deseja realizar uma cotação de seguro é só clicar aqui!

Conheça os diferentes tipos de ansiedade

Qual a relação entre ansiedade e a depressão?

Muitas pessoas acreditam que depressão e ansiedade são doenças diferentes, mas tem elas têm muitos sintomas em si, muitos parecidos.

Vamos citar alguns, medos, insegurança, insônia, irritabilidade e dificuldade de concentração.

Assim fica mais fácil de notar que elas podem ocorrer juntas, em estudos afirmam 2% dos casos de depressão podem passar para a ansiedade.

Já os casos de ansiedade que viram depressão giram em torno de 24%.

Uma possível explicação é os pensamentos negativos que a pessoa que tem ansiedade tem sobre si mesmo.

Outra possibilidade é que pessoas que tem o transtorno de ansiedade, costumam evitar situações em que podem se sentir ansiosos.

E muitas começam a viver de forma restrita, evitando o convívio com as demais pessoas, ficando preocupada com as possíveis situações e acaba não fazendo muitas coisas.

Quanto mais a ansiedade limita a vida da pessoa mais ela tem a possibilidade de entrar em depressão.

A ansiedade e a depressão costumam estar relacionados a uma disfunção de neurotransmissores que são chamados monoaminas que também englobam a serotonina.

 

Os Tipos de ansiedade

Vamos conhecer os tipos mais comuns de ansiedade que existem:

 

Transtorno de ansiedade generalizada (TAG)

Esse tipo de transtorno de ansiedade é quando ela persiste por longos períodos e começa a interferir nas atividades diárias.

Uma das principais características é a preocupação ou expectativa excessiva.

 

Síndrome do pânico

Esse tipo de ansiedade se característica por crises inesperadas de desespero e um medo intenso e constante que algo de ruim aconteça, mesmo que não haja motivo algum para isso.

Geralmente são crises de medo agudo de modo recorrente e inesperado em muitas vezes.

Preocupação persistentes com novos ataques e a com as consequências de novos ataques, pode dificultar e a impedir que a pessoa tenha uma rotina diária normal.

Geralmente elas se isolam por medo de perder o controle da crise, de enlouquecer ou ter algum tipo de ataque cardíaco.

 

A fobia social

Geralmente pessoas que tem esse distúrbio tem um extremo desconforto e um pavor inexplicável em situações sociais.

Seja em um ambiente novo, lugares desconhecidos, pessoas estranhas, falar em público, encontro sociais entre outras situações.

Essas pessoas em muitos casos evitam qualquer tipo de contato social, porque ficam extremante apavoradas com a ideia de ir a uma festa ou outro tipo de evento social, pelo medo extremo que sentem.

 

Os tipos de Fobias existentes

A fobia nada mais é do que um medo persistente e irracional, que pode ser de um determinado objeto, animal, atividade ou situação que represente pouco ou nenhum perigo real, mas que, mesmo assim, provoca ansiedade extrema.

A fobia não tem uma lógica propriamente dita, e a ansiedade nesses casos é incoerente com o perigo real que aquilo representa.

Existem muitos tipos de fobias vamos conhecer algumas:

  • Claustrofobia – medo de lugares fechados;
  • Agorafobia – medo de ficar sozinho em lugares amplos ou públicos;
  • Acrofobia – medo de altura;
  • Aracnofobia – medo de aranhas;
  • Catsaridafobia – medo de barata;
  • Aicmofobia – medo de agulhas;
  • Coulrofobia – medo de palhaços;
 
Transtorno obsessivo compulsivo (TOC)

O transtorno obsessivo-compulsivo, é muito mais conhecido pela sigla TOC, é um distúrbio psiquiátrico desenvolvido pela ansiedade. Sua principal característica é a presença de crises recorrentes de pensamentos obsessivos, intrusivos e em alguns casos comportamentos compulsivos e repetitivos.

Falando de uma maneira mais analógica, uma pessoa com TOC é como um disco riscado, que acaba repetindo sempre o mesmo ponto daquilo que está gravado. Pacientes com este tipo de transtorno sofrem com imagens e pensamentos que os invadem insistentemente e, na maioria das vezes, eles não conseguem bloquear e nem controlar.

Para esses pacientes a única forma de controle é aliviar a ansiedade, por meio de rituais executados de formas repetitivas.

Em muitos casos esses rituais podem durar o dia todo e trazer consequências negativas para a vida profissional, social e pessoal do paciente.

 

Transtorno de estresse pós-traumático

O transtorno do estresse pós-traumático (TEPT) pode ser definido como um distúrbio da ansiedade que é caracterizado por um conjunto de sinais, sintomas físicos, psíquicos e emocionais. Esse quadro geralmente ocorre devido à pessoa ter sido vítima ou testemunha de atos violentos ou de situações traumáticas que representaram ameaça à sua vida ou à vida de terceiros. Quando ele se recorda do acontecido, revive o episódio como se estivesse acontecendo exatamente naquele momento e com a mesma sensação de dor e sofrimento vivido na primeira vez. Essa recordação, conhecida como revivescência, desencadeia alterações neurofisiológicas e mentais. 

 

Amanhã teremos a terceira parte desse post! Enquanto aguarda que tal ver a primeira parte?

Quer entrar em contato? Acesse aqui!

Se deseja realizar uma cotação de seguro é só clicar aqui!

Ansiedade sera que você tem?

O que é Ansiedade?

A Ansiedade é um sentimento comum do dia a dia do ser humano.

Podemos nos sentir ansiosos diante de um problema no trabalho, em decisões difíceis que temos que tomar, antes de provas e testes.

Mas quando temos a ansiedade excessiva isso se torna um distúrbio de ansiedade o que se torna uma doença.

Pessoas que sofrem desse distúrbio de ansiedade, geralmente sentem uma preocupação, um medo extremo e excessivos em situações que seriam corriqueiras do dia a dia.

Algumas pessoas têm sintomas físicos que acabam atrapalhando suas atividades e muitas não conseguem controlar.

Hoje a ansiedade tem tratamento, em 3 posts vamos falar tudo sobre esse distúrbio do século 21.

 

Qual é a relação entre medo e ansiedade?

A preocupação e a ansiedade são sentimentos muito próximas, a preocupação é uma forma de medo, um temos que certas situações não aconteçam da maneira esperada.

Esses sentimentos são necessários para nossa sobrevivência, mas não devem ocorrer com um exagero em nenhum deles.

A Ansiedade crônica é quando sentimos a ansiedade por um longo período de tempo. Esse nível de tensão e estresse prolongado pode levar ao surgimento de um medo especifico ou até mesmo irreal.

 

Como a ansiedade age

A Ansiedade é como um reflexo do sistema nervoso, que age independentemente da nossa ação racional é como um reflexo.

Ela é meio que um sentimento para avisar ao nosso corpo que deve se preparar para fugir ou para lutar em uma situação de perigo.

Quando a adrenalina é liberada e pode causar vários tipos de reações em nosso corpo, entre elas:

  • Aceleração dos batimentos cardíacos;
  • Dilatação dos brônquios para aumentar a respiração;
  • Diminui a motilidade (funcionamento) do intestino, assim poupa energia;
  • Aumenta a dilatação das pupilas para melhorar a visão;
  • Aumenta a liberação de glicose para fornecer mais energia ás células.

O cortisol um hormônio que pode trazer o aumento da gordura corporal, inibição do muco das paredes gástricas e fadiga cerebral também é liberado nesse processo.

 

Mas quais são os sintomas da ansiedade?

A ansiedade pode causar muitos sintomas sejam eles físicos ou mentais. Esses sintomas atrapalham e muito a pessoas que os tens.

Vamos conhecer alguns sintomas psicológicos que a ansiedade pode causar:

  • Tensão e nervosismos constantes;
  • Aquela sensação que algo ruim pode acontecer;
  • Problemas para se concentrar;
  • Um medo constante;
  • Não consegue controlar seus pensamentos;
  • Dificuldade para esquecer o objeto da tensão;
  • Preocupação extremamente exagera em relação a realidade;
  • Problemas para dormir;
  • Irritabilidade;
  • Agitação constante de braços e pernas.

 

Sintomas físicos que a ansiedade pode causar

  • Arritmia cardíaca;
  • Dor no peito;
  • Respiração ofegante;
  • Falta de ar;
  • Suor excessivo;
  • Tremores no corpo ou na mão;
  • Sensação de cansaço ou fraqueza;
  • Boca seca;
  • Pés e mãos frios;
  • Náuseas e vômitos;
  • Tensão nos músculos;
  • Dor de barriga e diarreia.
  • Os ataques de pânico
  • Pessoas que tem ansiedade geralmente tem ataques de pânico, é uma reação comum a ansiedade e está principalmente associado a síndrome do pânico.
  • Suas principais características são nervosismo e pânico incontroláveis, sensação de morte constante, aumento da respiração, aumento do ritmo cardíaco, tonturas, vertigens e problemas gastrointestinais.
  • Em algumas pessoas os sintomas físicos são tão intensos que podem ser confundidos com doenças como ataque cardíaco e outras doenças cardiovasculares.

 

Amanhã continuaremos com a segunda parte desse post sobre a ansiedade, enquanto espera que tal ler nosso post sobre Bullying.

Quer entrar em contato? Acesse aqui!

Se deseja realizar uma cotação de seguro é só clicar aqui!

Bullying um perigo silencioso

O termo Bullying surgiu a pouco anos atrás, o nome veio para que antigamente chamávamos de “tirar saro”ou “zoar” do amigo, todos nós já passamos por isso no tempo de escola.

Antigamente as consequências sobre essas atitudes eram tratadas de forma diferente do que é hoje.

Com o passar do tempo o Bullying se tornou algo perigoso e desafiador para os jovens lidar com essa situação.

O que é Bullying?

O termo se derivou da palavra americana bully que significa valentão, isso tem muita relação com as formas agressivas em que os jovens se tratam. Sejam em atitudes, agressividade verbal, física, intencionais e repetitivas.

Na maioria dos casos não há um motivo para esse tipo de agressão elas simplesmente acontecem.

Em alguns casos acontece de individuo para individuo, outro de um grupo para um indivíduo.

O Objetivo do Bullying é causar dor, angústia, intimidação, vergonha, medo e isolamento da pessoa que sofre o bullying.

Geralmente quem sofre o Bullying muitas vezes não conseguem revidar ou se defender das agressões sofridas e na maioria dos casos se isola e entra em depressão.

Tipos de Bullying

Basicamente ele se divide em dois tipos:

Bullying Direto: Esse é o mais comuns entre os homens em que a agressão física.

Bullying Indireto: Mas comum entre as mulheres e as crianças, geralmente realizado através de ameaças verbais, sobre agressões físicas ou sexuais.

Mas em ambos os casos as vítimas tendem a se isolar por conta do medo e da vergonha que muitas passam, pois, a maioria dos agressores realizam suas agressões em lugares públicos.

Lugares que o Bullying pode ocorrer

O mais comum é que o bullying aconteça em escolas, mas muitas vezes podem acontecer em empresas e dentro do círculo familiar.

Nas escolas são proibidas esse tipo de atitude, mas sempre ocorrem, principalmente quando as crianças e adolescentes estão sem supervisão de um adulto.

O silencio

A maioria dos que presenciam a violência preferem se calar com medo de serem as próximas vítimas dos agressores.

Crianças e adolescentes que sofrem bullying podem se tornarem adultos com problemas de socialização, baixa estima, com pensamentos negativos, depressivos, ansiosos, ter síndromes de pânico, ter agressividades, entre muitas outras doenças consideradas emocionais.

Algumas pessoas podem até tentar cometer suicídio. Por esse motivo é muito importante as pessoas ficarem de olho a menor sinal de bullying.

As vítimas geralmente são pessoas que não se socializam muito, que não tem reação diante da agressão que realizam contra si, são inseguras e isso as impedem de pedir ajuda!

Os agressores

Já os agressores são vítimas de famílias desestruturadas, geralmente não tem qualquer afeto por parte dos pais ou da família, vivem em ambientes de riscos constante, presencia agressividade dentro do lar ou é o próprio agredido.

O que acaba ocorrendo é que de alguma forma os agressores transmitem a violência que sofrem, o que acaba fazendo deles uma vítima.

Em uma pesquisa realizada aqui no Brasil em 2010, em escolas públicas e particulares revelou que o bullying geralmente é mais realizado entre os alunos da 5º e 6º série.

As cidades brasileiras que tem a maior incidência desses acontecimentos são Brasília, Belo Horizonte e Curitiba.

A responsabilidade legal dos lugares em que a agressão ocorre

Pessoas que sofrem bullying e escolas, empresas, que são prestadoras de serviços podem ser enquadradas no Código de Defesa do Consumidor, pois ambos são responsáveis por qualquer coisa que ocorram dentro do espaço físico.

O ato de bullying fere os princípios constitucionais, no que se diz respeito á dignidade humana.

A pessoa que sofreu a agressão e essa agressão lhe cause dano, gera o dever de indenizar.

Muito programas estão sendo desenvolvidos para combater o bullying e encorajar o agredido a denunciar seus agressores.

Fique atento

Os pais devem ficar muito atento a cada mudança de comportamento que possa ocorrer em seus filhos. Uma boa conversa sem intimidação, mas com um tom de amigo, pode ser muito útil para detectar qualquer problema que possa ter ocorrido.

Avaliação psicóloga pode ser necessária para que o trauma seja superado e que não cause nenhuma sequela emocional.

Sempre procure a escola e os professores para que haja uma observação silenciosa para identificar qualquer possibilidade de bullying.

Lembre o agressor em muitos casos é uma vítima que apenas transmite o que lhe é oferecido.

Conheça outras postagens do nosso blog aqui!

Quer entrar em contato? Acesse aqui!

Se deseja realizar uma cotação de seguro é só clicar aqui!

O que são probióticos? Entenda melhor.

O que são probióticos?

Eles são importantes para nossa alimentação?

Muito se ouve a respeito de tomar o probiótico para mantermos uma boa flora intestinal, principalmente após um período grande de utilização de antibióticos. Mas para que serve e quais são os reais benefícios ao nosso organismo?

Alguns alimentos possuem os probióticos que são micro-organismos que auxiliam na sintetização das vitaminas e na proteção do nosso organismo.

Eles podem ser utilizados em uma grande diversidade de tratamentos como obesidade, problemas mentais, entre outros.

Mas o mais utilizado ainda é para a reposição da flora intestinal, após a utilização constante de antibióticos.

Após um grande tempo utilizando o antibiótico ele pode destruir  o microbioma do intestino. Que são os micro-organismo presentes em nosso intestino, juntamente com a bactéria que possa estar causando a infecção.

O que se acredita pela lógica é que estar ingerindo novos probióticos restauraria essa flora intestinal.

Mesmo fazendo muito sentindo, há poucas provas que isso realmente seja eficaz. Segundo uma nova pesquisa a ingestão dessa carga nova de probióticos, pode na verdade atrasar a recuperação da saúde intestinal.

Quais são os melhores tipos de probióticos?

Existem muitas coisas associadas a esse termo probiótico e isso pode dificultar as coisas.

Para os cientistas são uma colônia de micro-organismo saudáveis que habitam no organismo humano.

Já para nós seres humanos normais, os probióticos estão em produtos vendidos no supermercado como iogurtes e outros suplementos, mas esses produtos não correspondem a essa definição de probióticos.

Mesmo dentro das pesquisas realizadas dentro dos laboratórios, em que os pesquisadores usam cepas bacterianas vivas, um coquetel muda muito, dificultando a comparação.

Por isso fica muito difícil afirmar qual probiótico em especifico pode ser mais eficiente ou não.

Será que realmente funcionam?

Em uma pesquisa realizada, foram analisados outros 82 estudos sobre o efeito dos probióticos na redução da diarreia causada por antibióticos em quase 12 mil pacientes.

Não foi possível recomendar ou identificar uma cepa de bactérias, coquetéis ou probióticos que realmente foi eficaz.

Todos os estudos foram variados e faltaram uma clareza para se definir estatísticas concretas para se afirmar os benefícios do uso do probiótico.

Assim acaba-se gerando uma falta de segurança no uso dos probióticos.

Embora sejam considerados inofensivos em pessoas com o organismo saudáveis, em pacientes com a saúde mais vulnerável, houve casos de efeitos colaterais preocupantes.

Em alguns pacientes houve casos de fungos que se alastraram através da corrente sanguínea do paciente.

Uma rodada de probióticos, pode na verdade dificultar e muito a recuperação de pacientes após a utilização dos antibióticos.

Em estudo realizado em 21 pacientes após utilizarem um ciclo de antibióticos.

Esses pacientes foram separados em 3 grupos diferentes.

No grupo um, não houve nenhuma intervenção, a ideia foi esperar para ver.

No grupo dois, tomou probióticos por um mês, esse grupo teve a pior resposta em relação aos demais, foi o grupo que mais demorou para recuperar a flora intestinal, mesmo após 5 meses ainda não tinham recuperado a flora intestinal por completo.

No grupo três foi realizado um transplante fecal, foram coletadas amostras das fezes antes do tratamento. Após esse tratamento, as mesmas foram devolvidas ao intestino, esse grupo foi o que teve melhor resultado.

Em pouco dias sua flora intestinal foi completamente restaurada.

Cuidado como  uso

Cada dia mais devemos observar e nos preocupar com os efeitos adversos que os probióticos podem ter em nosso organismo. Principalmente quando estamos com a saúde fragilizada. Estudos tem como objetivo personalizar esses probióticos para cada tipo de pessoa, pois a flora intestinal é muito pessoal. E as bactérias podem ser diferentes em cada indivíduo.

O importante a partir de agora é ficar mais atento a questão da utilização dos probióticos, principalmente em casos que sua saúde esteja fragilizada.

Conheça outras postagens do nosso blog aqui!

Quer entrar em contato? Acesse aqui!

Se deseja realizar uma cotação de seguro é só clicar aqui!

Porto Seguro ou Ituran? Qual seguro contratar?

Conheça os produtos da Porto Seguro ou Ituran e escolha o melhor seguro para seu automóvel.

Quem busca uma proteção para o automóvel vai achar várias opções no mercado, entre elas a Porto Seguro ou Ituran. Mas, o que cada uma tem a oferecer?

Antes de tudo, é preciso entender que se tratam de empresas diferentes e que cada uma oferece produtos para um público específico. Por isso, veja um pouco mais sobre elas e escolha o seu.

Qual escolher: Porto Seguro ou Ituran?

Para te ajudar nesse processo, fizemos uma pesquisa com os produtos ofertados por cada uma delas e também verificamos a opinião dos consumidores.

Porto Seguro

A Porto Seguro está no mercado há anos, mais especificamente desde 1945, oferecendo seguros para diferentes segmentos, entre eles, o automotivo.

Os seguros de auto que ela comercializa são segmentados de acordo com o seu público, sendo possível achar: seguro auto, seguro auto premium, seguro auto mulher, seguro auto jovem, seguro auto sênior e outros.

No geral, todos eles possuem uma cobertura básica que inclui proteção contra roubo, furto, incêndio e colisão e permitem que sejam contratadas coberturas adicionais.

Além disso, conta com serviços de assistência 24 horas, como guincho e socorro mecânico.

Ela vende seguro automotivo. Isso significa que você escolhe as coberturas disponíveis em cada seguro e contrata com um valor fixo por um determinado período. Esse valor pode ser parcelado ou pago à vista.

O que os clientes dizem sobre a Porto Seguro

Para saber a opinião dos clientes e ter uma visão mais ampla da empresa, fizemos uma pesquisa no site Reclame Aqui para saber o que os clientes acham.

A pesquisa foi realizada em janeiro de 2018 e pudemos constatar que nos últimos 12 meses ele obteve uma nota média de avaliação de 5,82 e a classificação “bom”.

Havia 7223 reclamações registradas e 99,5% delas haviam sido atendidas, em um tempo médio de 7 dias e 12 horas.

O índice de solução era de 77,1% e o percentual de clientes que fizeram um registram e voltariam a fazer negócio com a empresa era de 62,9%.

Ituran

A Ituran foi fundada em 1995 e no Brasil é uma das líderes no seu segmento, o monitoramento de veículos.

O seu principal foco é a comercialização e monitoramento dos veículos com a utilização de rastreadores.

Para que o serviço seja prestado é preciso instalar no veículo um equipamento de rastreamento, sendo que esse é cobrado. Além disso, é cobrado um valor mensal para a utilização do rastreador.

Após feita a instalação, o veículo começa a ser monitorado e conta com um central de atendimento para suporte.

Há também a opção de contratar o rastreador com seguro, porém, as coberturas oferecidas são mais restritas. Ele conta com proteção contra roubo e furto.

Há a possibilidade de contratar coberturas adicionais, sendo elas a cobertura para terceiros e a cobertura de perda total por colisão.

Diferentemente do que ocorre com a Porto Seguro, a Ituran não faz análise de perfil e, por isso, os seus produtos são mais generalistas.

O que os clientes dizem sobre a Ituran

Também pesquisamos a avaliação da Ituran no Reclame Aqui na mesma data e constatamos que ela possui uma nota 4,38. Isso lhe rendeu a classificação “regular”.

São 2336 ocorrências, sendo que 100% delas foram solucionadas em um tempo médio de 1 dia.

O índice de solução foi de 60,5% e o percentual de clientes que voltariam a fazer negócio com a empresa é de 44,5%.

Mas então contrato Porto Seguro ou Ituran?

Como dito acima, as empresas vendem produtos diferentes, o que significa que essa decisão deve ser tomada com base no tipo de seguro que deseja contratar. Sendo assim, ao optar pela Porto Seguro ou Ituran, você deve avaliar os serviços de cada uma e ver quais estão mais próximos de suas necessidades.

*Este texto é de conteúdo editorial e não garante a comercialização deste produto nesse site.

Seguro cobre sinistro com CNH cassada?

 

Saiba se o seguro de automóvel cobre sinistros quando motorista está com CNH cassada!

Quando ocorre um sinistro de colisão envolvendo motorista com CNH cassada é comum não saber se há ou não garantia de cobertura por parte da seguradora. Em razão disso preparamos este post explicando a regra mais comum nessas situações.

Aproveite e faça sua cotação de seguro auto conosco! clique aqui

 

O que diz o Código de Trânsito sobre CNH cassada?

O Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/1997) é claro quanto à quando ocorre cassação da habilitação. Atendidos os pré-requisitos listados no art. 263 abaixo, o motorista fica impedido de dirigir.

“Art. 263. A cassação do documento de habilitação dar-se-á:
  I – quando, suspenso o direito de dirigir, o infrator conduzir qualquer veículo;
  II – no caso de reincidência, no prazo de doze meses, das infrações previstas no inciso III do art. 162 e nos arts. 163, 164, 165, 173, 174 e 175;
  III – quando condenado judicialmente por delito de trânsito, observado o disposto no art. 160.
  § 1º Constatada, em processo administrativo, a irregularidade na expedição do documento de habilitação, a autoridade expedidora promoverá o seu cancelamento.
  § 2º Decorridos dois anos da cassação da Carteira Nacional de Habilitação, o infrator poderá requerer sua reabilitação, submetendo-se a todos os exames necessários à habilitação, na forma estabelecida pelo CONTRAN.”

Tendo ocorrido a cassação da habilitação, o motorista não pode dirigir, estando sujeito detenção ou multa conforme art. 309 abaixo.

“Art. 309. Dirigir veículo automotor, em via pública, sem a devida Permissão para Dirigir ou Habilitação ou, ainda, se cassado o direito de dirigir, gerando perigo de dano:
Penas – detenção, de seis meses a um ano, ou multa”

É relevante ter em mente ainda que não apenas o motorista com CNH está sujeito à penalidade se dirigir, como também quem emprestar o automóvel ou deixá-lo dirigir, conforme atr. 310 abaixo.

“Art. 310. Permitir, confiar ou dar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada, com habilitação cassada ou com o direito de dirigir suspenso, ou, ainda, a quem, por seu estado de saúde, física ou mental, ou por embriaguez, não esteja em condições de conduzi-lo com segurança:
Penas – detenção, de seis meses a um ano, ou multa.”

O que dizem os contratos das seguradoras cobre CNH cassada?

Os contratos de seguro de automóvel estarão necessariamente alinhados às normas de trânsito. Isso não é diferente no caso de CNH cassada: as seguradoras excluem cobertura quando o segurado, motorista ou beneficiário dirigem com CNH cassada.

Elas também não cobrem sinistro se o veículo tiver sido emprestado para motorista com CNH cassada, ainda que o proprietário não tivesse conhecimento disso. Por isso tome cuidado antes de emprestar seu automóvel ou moto para amigos, familiares ou desconhecidos!

Abaixo separei exemplo de cláusula de uma seguradora real para você ver como isso pode aparecer nos contratos.

Exemplo 1: Condições Gerais Seguro Automóvel Porto Seguro – versão jan/2018

Quais as coberturas do seguro auto Bradesco?

Descubra nesse artigo quais as coberturas do seguro auto Bradesco, como ele pode ser contratado e tire suas dúvidas sobre o que o seguro Bradesco auto cobre.

Quando compramos um automóvel um dos primeiros pensamentos que nos vem a cabeça é “preciso de um seguro”, afinal, não é prudente sair por aí com um automóvel novo exposto a diversos riscos e prejuízos.

O primeiro passo nesses casos é pesquisar entre as empresas que oferecem esse serviço, e depois de se informar sobre elas e seus valores, descobrir quais as coberturas de seguro oferecidas, e entre essas, qual se encaixa melhor com seu perfil.

Se você já está na fase de pesquisar sobre a cobertura e quer saber quais as coberturas do seguro auto Bradesco, acompanhe esse artigo e veja o que a empresa tem a oferecer para a sua segurança e a do seu veículo.

Quais as coberturas do seguro auto Bradesco?

Conheça as coberturas do seguro auto Bradesco

O seguro auto Bradesco oferece dois tipos de cobertura. As básicas podem incluir:

  • Colisão, roubo ou furto e incêndio;
  • Incêndio, furto ou roubo;
  • Danos corporais e/ou materiais a terceiros.

As coberturas do seguro auto Bradesco adicionais podem incluir:

  • Acidentes pessoais de passageiros (veja na SUSEP como funciona);
  • Despesas extraordinárias;
  • Indenização do valor de um automóvel novo por até 180 dias;
  • Cobertura para o kit-gás;
  • E danos morais.

Além desses dois tipos de coberturas citadas acima, a empresa ainda conta com alguns serviços personalizados que cobrem situações, como:

  • automóvel reserva plus: serviço que dá a possibilidade de o segurado utilizar um automóvel de modelo popular (1.0), nos casos de sinistro de indenização parcial ou integral por um período que pode ir de 7 a 30 dias;
  • Vidro protegido: que garante a troca ou o reparo de vidros trincados ou quebrados em caso acidentes envolvendo somente os vidros;
  • Vidro protegido plus: que, além da cobertura citada acima, ainda garante a substituição de lanternas, faróis e retrovisores;
  • Assistência auto dia e noite: que garante ao segurado os serviços como guincho, pane seca e mecânica e chaveiro a uma distância que pode variar de 100 km a 400 km ou com quilometragem sem limite.

Conheça melhor o que o seguro Bradesco auto cobre

Conheça algumas dúvidas frequentes sobre o que o seguro Bradesco auto cobre conhecendo mais sobre as coberturas do seguro auto Bradesco:

O seguro Bradesco auto cobre vidro quebrado?

Apenas com a cobertura compreensiva não, no entanto você pode contratar a cobertura adicional para poder contar com a tranquilidade de saber que o seguro auto Bradesco vidro quebrado.

O seguro auto Bradesco cobre para-brisas?

Para garantir que o seguro auto Bradesco cobre para-brisas é preciso contratar o serviço personalizado “Vidro Protegido”.

Qual é a cobertura do Bradesco seguro auto para furto?

Se você quiser apenas cobertura do Bradesco seguro auto para furto é preciso apenas optar pela opção mais simples, o seguro compreensivo.

Tenho direito a guincho no seguro auto Bradesco?

Para que você tenha direito a guincho no seguro auto Bradesco é preciso contratar o serviço chamado “Assistência auto dia e noite”, apenas a cobertura compreensiva não dá direito a guincho.

Como funciona o seguro Bradesco auto 24 horas?

O seguro Bradesco auto 24 horas, também conhecido como “assistência 24h” ou “Assistência auto dia e noite”, oferece serviços como: assistência para pane seca e mecânica, serviço de chaveiro, troca de pneus, transportes e táxi em caso de sinistro, diárias de hotel em acidentes longes de lar, e guincho.

Quando posso usar o seguro auto Bradesco para perda total?

O seguro auto Bradesco para perda total é usado quando a colisão ou acidente com o veículo promove uma avaria de mais 75% do valor do veículo. Nesses casos você pode acionar o seguro sem a preocupação de pagar a franquia e ser reembolsado por perda total, de acordo com o seu contrato.

O que é o seguro Bradesco auto glass?

O seguro Bradesco auto glass é uma cobertura adicional existente em duas categorias, a comum que protege apenas os vidros, fornecendo a troca dos mesmos em caso de quebra ou trincados, e a plus, que além de garantir a troca dos vidros, também garante a substituição de lanternas, faróis e retrovisores.

O que o seguro auto Bradesco para terceiro cobre?

O seguro auto Bradesco para terceiro, também conhecido como “Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V)”, cobre danos materiais e morais causados a terceiros em acidentes ou colisões, e quando ele é acionado, o segurado não paga a franquia.

O que é o seguro auto socorro Bradesco?

O seguro auto socorro Bradesco é o mesmo que a “Assistência auto dia e noite”, além de oferecer os serviços citados acima.

Como posso contratar o seguro auto Bradesco vidro protegido?

É simples, no momento de contratação do serviço, informe ao corretor que você deseja adicional a sua cobertura o seguro auto Bradesco vidro protegido, escolha entre as versões simples e plus e pronto!

Ter um seguro auto com assistência total Bradesco é caro?

Depende, infelizmente essa é a única resposta que podemos dar para essa pergunta, afinal o valor final do seguro auto com assistência total Bradesco dependerá de fatores como marca, modelo e ano do automóvel, como ele é utilizado e mais todo um perfil do motorista que será traçado.

Posso contratar o seguro auto Bradesco online?

Sim, pode. No site da empresa você pode solicitar uma simulação, ou cotação, e gostando dos valores e coberturas oferecidos pode fazer toda a tramitação da negociação e contratar o seguro auto Bradesco online.

Essas são as perguntas mais frequentes sobre quais são as coberturas do seguro auto Bradesco, esperamos ter ajudado.

*Este texto é de conteúdo editorial e não garante a comercialização deste produto nesse site.

Dicas para fazer a revisão do automóvel antes de pegar a estrada

Dicas para fazer a revisão do automóvel antes de pegar a estrada

Com as férias e os feriados prolongados deste início de ano, nada melhor do que pegar o automóvel e viajar com a galera, certo? E pra garantir que fique tudo numa boa, é muito relevante checar vários itens de segurança do automóvel, mesmo se você faz as revisões da concessionária direitinho. Por isso, fizemos uma lista pra te ajudar a fazer a revisão do automóvel antes da viagem de férias. Dá uma olhadinha:

Fluidos e filtros

Não se esqueça de checar o nível e a validade do óleo do motor, além de conferir se todos os filtros estão em dia. Se o seu automóvel é flex, também é relevante completar o reservatório de partida a frio. Ah, e veja se não tem nenhum vazamento de óleo, fluido de freio etc.

Pneus

Veja se os pneus estão gastos e se existe alguma bolha. Se sim, troque o pneu o quanto antes. Não se esqueça de checar também o estepe e de fazer a calibragem.

Rodas

Se as rodas do seu automóvel forem de ferro, confira se estão amassadas. Neste caso, é só levar ao borracheiro pra resolver o problema. Se as rodas forem de liga e tiverem trincas ou quebras, talvez você precise fazer a troca.

Alinhamento da suspensão e balanceamento das rodas

Com o automóvel em movimento, veja se você sente vibrações no volante ou se a direção puxa para um dos lados. Se algo estiver fora do normal, é preciso fazer o alinhamento e o balanceamento.

Barulhos na suspensão

Dependendo da situação do asfalto por onde você anda, a suspensão do automóvel pode se desgastar mais ligeiro que o normal. Por isso, se você ouvir qualquer rangido, batida ou barulho de peças solta, leve o automóvel a uma oficina autorizada.

Macaco, triângulo e chave de roda

Veja se essas peças estão no automóvel e se estão funcionando direitinho.

Elétrica

Confira se faróis, lanternas e piscas estão funcionando bem. Se você estiver sozinho e precisar checar as luzes traseiras, é só dar ré até se aproximar de uma parede e testar as luzes de ré, freios etc. Trocar uma lâmpada queimada é bem simples, não custa caro e é super relevante para a segurança de todos.

Limpadores e desembaçadores

Veja se está tudo funcionando e confira o nível do reservatório de limpeza dos vidros. Se as palhetas estiverem ressecadas, faça a troca antes da viagem.

Quando devo fazer a revisão do automóvel para a viagem?

Não deixe para checar tudo na véspera da viagem, pois se você precisar trocar alguma peça do automóvel, ela pode demorar para chegar. Leve o automóvel a uma autorizada com antecedência pra garantir que tudo esteja pronto a tempo 😉

Anotou as dicas? Então agora é só planejar a melhor parte, que é a viagem! E pra pegar a estrada numa boa, não esqueça o seguro do automóvel. Dá pra calcular o Seguro Auto 100% online, em poucos minutinhos. Corre lá no nosso site e veja como é fácil!

7 jeitos diferentes para circular por São Paulo

Descubra novas formas de se locomover pela sua cidade e, de quebra, fugir do trânsito e da rotina

7 jeitos diferentes para circular por São Paulo

Você pode nunca ter parado pra contar quanto tempo gasta, em média, na ida e volta do trabalho ou faculdade. Mas o Ibope fez essa conta e chegou em um número: 1h40 por dia, se você mora em São Paulo. A cidade ocupa o 4º lugar no ranking dos piores trânsitos do mundo, atrás apenas de Los Angeles, Moscou e Nova York, segundo a empresa especializada em consultoria de transportes Inrix. Mas você não precisa passar seus dias calculando o tempo perdido da sua vida. Que tal escolher uma (ou mais) opções diferentes para seu ir e vir diário? Afinal, mobilidade é mais do que uma palavra bonita, pode ser o jeito de você adquirir mais qualidade de vida.

1- Me empresta uma bike?

Conhecer a cidade, queimar calorias e ainda escapar do trânsito? A resposta tem nome: bicicleta. E pra quem não tem uma bike própria, certamente a opção mais conhecida em São Paulo é o Bike Sampa. O serviço também tá disponível em Pernambuco e no Rio de Janeiro e é fácil avistar as laranjinhas circulando. O sistema foi reformulado há pouco tempo e agora o usuário paga um preço fixo, dependendo de quanto for usar. Você pode escolher entre três tipos de pacotes: R$ 8,00 para uma diária, R$ 15,00 para 3 dias, R$ 20,00 para 1 mês e R$ 160,00 para 1 ano. Assim que você escolhe a opção, ela passa a valer imediatamente e dá direito a viagens ilimitadas dentro do período que você contratou, mas é preciso esperar intervalos de 15 minutos entre elas. São 25 estações espalhadas pela capital paulista e o mais legal é que tanto o cadastro para uso quanto o empréstimo e o pagamento são feitos todos por aplicativo. Você retira a bike no lugar mais próximo e devolve em um tótem próximo do seu destino, onde ela fica prontinha para outra pessoa (ou mesmo você) usar. Vem ver mais detalhes.

2- Delivery de bicicleta

Se não tem nenhuma estação de empréstimo de bikes perto da sua lar, o Bike na Porta leva uma até você. Mas eles não vão pedalando, não. Uma perua chega onde você estiver e desembarca uma magrela pra você sair usando. Depois, eles mesmos vão até o local que você estiver, no horário que você marcar, e levam a bike embora. Há as opções de aluguel diário, semanal ou só para o final de semana, com preços que variam de R$ 69,00 a R$ 216,00. O mais legal é que existem modelos diferentes para escolher, com opções masculinas ou femininas de aro 20 ou 26, além de cadeirinha para levar as crianças pequenas. Até o capacete eles conseguem. Por enquanto, o atendimento só é feito nas regiões da Avenida Paulista, Centro e Zona Oeste e pode ser feito pelo Facebook, Whatsapp ou site.

3- Carona na bike

Se o seu negócio é só curtir o vento na cara pelas ciclovias, mas sem pedalar para não chegar suado na reunião, a Bikxi pode ser a melhor escolha. Eles oferecem bikes elétricas de dois lugares e, enquanto você vai no banco de trás aproveitando a paisagem, um ciclista contratado vai guiando no banco da frente. O pedido é feito via aplicativo e a bike chega até você em um ponto marcado que seja próximo. Atualmente, a empresa atende apenas dois percursos: um entre a Av. Brigadeiro Faria Lima e a Av. Berrini e outro entre a Av. Paulista e a Vila Mariana, justamente onde já existem ciclovias demarcadas no canteiro central (e o maior número de reuniões de trabalho por metro quadrado). O pagamento é feito por cartão de crédito pelo próprio celular e, se você estiver afim, pode pedalar junto também. Conheça!

4- Aluguel de automóvel com o celular

Se você quer usar um automóvel e ter mais liberdade do que em um Uber, a Turbi oferece aluguéis simples e rápidos para diferentes  modelos, tudo pelo celular. Dá pra escolher entre o prático Hyundai HB20 por R$ 8,00 a hora, o jipinho Nissan Kicks por R$ 15,00 a hora ou o foguetinho Mini Cooper por R$ 35,00 a hora. O custo do combustível e do seguro já estão inclusos e não existe limite de quilômetros pra usar. Você pede pelo app, que indica qual a localização mais próxima pra você buscar o automóvel. Para ingressar a bordo, é só destravar com o próprio smartphone e sair dirigindo. Quando for devolver o automóvel, você estaciona no mesmo lugar onde pegou. Vem saber mais.

5- Airbnb de carros

A Moobie oferece carros para alugar, mas são justamente veículos de pessoas como você, que decidem levantar uma grana nos horários em que o automóvel estaria parado no estacionamento. É só se cadastrar no aplicativo e escolher entre diversas opções de veículos que os próprios usuários colocam à disposição. É praticamente um Airbnb sobre rodas. A oferta é grande, e quem define o preço é o dono do automóvel. O seguro também já está incluso.  Você pode buscar um automóvel por região e tipo de veículo e negociar direto com o proprietário por mensagens. Dá uma olhada!

6- Fugindo da rodoviária

Planejando alguma viagem pra fora da cidade? A Buser oferece uma solução legal para quem precisa fretar um ônibus e economizar uma grana. Você pesquisa por algum grupo de pessoas que esteja em busca do mesmo trajeto que você ou cria um grupo novo. Depois, com a ajuda de todos divulgando para mais pessoas, dá pra alugar um ônibus para todo mundo por um valor bem abaixo de uma passagem comum. O pagamento é proporcional ao número de pessoas que toparam ingressar no fretado, que dividirão o custo da viagem. Quem tem grupo grande de amigos ou aquela família imensa já sai na vantagem. Vem ver!

7- Pra quem acorda cedo

Existe um jeito de você fugir da muvuca e ainda economizar uma grana na hora de usar o transporte público. No caso do Metrô de São Paulo, é a tarifa do madrugador, que é uma mão na roda pra quem faz viagens entre 4h40 e 6h15. Nesses casos, a passagem cai de R$ 4,00 para R$ 3,50, e pode ser usada por qualquer pessoa com Bilhete Único comum ou Vale Transporte. A integração com o ônibus também fica mais barata (R$ 2,74) e  você ainda pode embarcar mais duas vezes em ônibus, em um período de três horas entre a primeira e a última validação do cartão, sem pagar nada a mais. Se liga aqui!